Atividades Complementares

Atividades Complementares

Todos os alunos vinculados ao Currículo 2011/1 (ou seja, os que ingressaram no curso a partir do primeiro semestre de 2011) devem obrigatoriamente realizar no mínimo 300 horas (360 horas-aula) de Atividades Complementares (AC) ao longo do curso. A recomendação da coordenadoria é que registro das atividades (ler abaixo) seja feito assim que o aluno atingiu o limite mínimo de horas. Não deixe para solicitar o registro no semestre da sua formatura.

 

Tipos de Atividades Complementares

Ensino

O aluno realizou uma atividade onde ele era responsável por ensinar informática para outras pessoas. Exemplos típicos: foi monitor da UFSC em alguma disciplina; ministrou algum curso ligado à Informática fora da UFSC.

Pesquisa

O aluno participou em algum projeto de pesquisa. Exemplo típico: trabalhou em algum projeto de pesquisa coordenado por um professor da UFSC.

Extensão

O aluno participou de algum projeto de extensão. Exemplo típico: trabalhou em algum projeto de extensão coordenado por um professor da UFSC.

Vivência Profissional

O aluno fez estágio ou trabalhou em alguma empresa da área de Informática, incluindo empresas juniores.

Voluntariado

O aluno foi voluntário em alguma ONG.

 

Procedimentos

O registro das AC é feito em três etapas:

  1. O aluno deve reunir cópia dos comprovantes das diversas atividades realizadas. Em cada comprovante (documento oficial que atesta a veracidade das informações)  deve constar explicitamente a carga horária e o período da atividade de modo que se possa calcular o número de horas da atividade e se as atividades foram realizadas depois que o aluno entrou no curso. Atenção: Não serão computadas as horas das atividades que tenham sido realizadas  antes do aluno ingressar no curso.
  2. No momento em que os comprovantes somarem no mínimo 300 horas então o aluno deverá ir até o DAE e solicitar a abertura de um processo pedindo o registro das atividades complementares (atenção: não se trata de pedido de validação de disciplina). No processo devem constar apenas os seguintes documentos:
  3. O DAE encaminhará o processo à coordenadoria do curso que fará a análise da solicitação.  Somente se o aluno conseguir atingir pelo menos 300 horas em atividades consideradas válidas é que será feito o registro das atividades no Histórico Escolar.

No Histórico Escolar ficará registrado que o aluno cursou a(s) disciplina(s) INE5673 Atividades Complementares: Ensino, INE5674 Atividades Complementares: Pesquisa, INE5675 Atividades Complementares: Extensão, INE5676 Atividades Complementares: Vivência Profissional e INE5677 Atividades Complementares: Voluntariado, conforme as atividades desenvolvidas. Para estas disciplinas ficarão registradas a carga horária (número de horas-aula) e a “nota” V  . Não há nota numérica (entre zero e dez como nas outras disciplinas) e, consequentemente, não haverá influência sobre os índices habituais (IA, IAA, IM).

IMPORTANTE: As 300 horas podem ser todas de um único tipo (por exemplo, Vivência Profissional) ou então qualquer combinação de tipos. O importante é que no final o estudante tenha cumprido no mínimo 300 horas.

 

 

FAQ – Dúvidas Frequentes

P: Que tipo de documento é considerando válido para comprovar que a atividade foi realizada?

R: Qualquer declaração é válida desde que: a) seja um documento oficial emitido pela entidade onde a atividade foi realizada; b) conste no documento explicitamente o período da atividade e a carga horária total ou parcial (por exemplo, semanal).

Exemplos: se a atividade for do tipo “Vivência Profissional” basta uma declaração da empresa afirmando que a pessoa trabalha na área de Informática. O mesmo vale para estágio (embora o RAENO também possa ser usado como comprovante). Se um aluno participou de algum congresso basta o certificado de participação que é emitido por quem organiza o evento. Se um aluno trabalhou em algum projeto de pesquisa basta que o responsável pela pesquisa (normalmente um professor) faça a declaração.

 

P: Fiz um curso de línguas (inglês, por exemplo). Vale como Atividade Complementar (AC)?

R: Não.

 

P: Fiz estágio na UFSC. Vale como AC?

R: Sim. Qualquer estágio, desde que tenha sido devidamente registrado no SIARE, vale como AC. Uma cópia do RAENO final vale como comprovante.

 

P: Recebo uma bolsa do CNPq (ou qualquer outro órgão). Vale como AC?

R: Sim. Você recebe a bolsa porque está realizando alguma atividade de pesquisa. Assim, basta uma declaração do responsável (leia a primeira pergunta).